Ivan Leão, diretor da Ivens Consult

Ivan Leão, diretor da Ivens Consult

A notícia é o resultado do encontro do jornalista com o fato. O jornalista representa, nesse encontro, o elemento humano e a sociedade. Em nome desses interesses maiores se posiciona para relatar e analisar os fatos.

Quanto mais bem informado o jornalista melhor será o trabalho que realizará.

Jornalistas que trabalham na consultoria de comunicação são valiosos pela mesma razão: representam, no momento da análise dos fatos, os interesses maiores da humanidade e da sociedade.

O trabalho de consultoria é dinâmico e interessante. As empresas e organizações têm relevantes conquistas a informar. Nos veículos de comunicação da grande imprensa não existe espaço para tanta notícia boa. Essa é uma das realidades do negócio.

A grande imprensa tem um compromisso com seu público de ser crítica e combater os erros e manter o poder público na linha.

Líderes de organizações reclamam que a imprensa só tem interesse pela notícia negativa. A verdade não é bem essa. O público espera que a imprensa seja crítica. A notícia positiva também está, todos os dias, nos jornais, mas sempre dentro de um determinado contexto que a torna notícia.

Fazer certo é o normal, é isso que a sociedade espera das organizações. Isso não é notícia.

A espécie humana sobrevive e se expande por que no final acerta mais do que erra. O grito de alerta aos erros é fundamental. O aumento da violência, o caos urbano, a agressão ao meio ambiente, merecem crítica cotidiana e combate permanente por todos.

O bom de ser jornalista é que todo o dia aprendemos alguma coisa nova, alguma coisa boa. Esperamos, todos os dias, ter oportunidade de transmitir isso ao público.

No jornalismo diário, durante anos, na consultoria da comunicação corporativa, coordenando a comunicação de órgãos públicos, na produção de sistemas de informação os mais variados e interessantes, cria-se uma base de competências, talentos e habilidades. Mas, na alma é onde ficamos ricos quando falamos em nome da humanidade.